Buscar
  • oscargabrielli

A taxa Selic caiu! E agora, onde investir?



O COPOM, Comitê de Política Monetária, órgão responsável pelo ajuste dos juros da economia do país, decidiu na semana passada por mais uma redução na taxa básica de juros, a Selic. Ela passou de 3,00% a.a. para 2,25% a.a.

O objetivo dessa redução é estimular a economia através dos custos de crédito que diminuem, aumentando a produção assim como o consumo.

No atual cenário em que vivemos, essa redução da taxa era esperada para que a nossa economia possa se manter ativa e não colapsar.

Para a economia fica claro o motivo da queda da taxa Selic. Vamos entender o que acontece com os investimentos.

A taxa Selic serve como referência para diversos investimentos, principalmente àqueles atrelados ao CDI. O CDI segue as reduções ou aumentos da taxa Selic de perto. É um índice de referência utilizado para CDBs e alguns outros investimentos de Renda Fixa.

Um exemplo do Tesouro Direto atrelado a Selic é o próprio Tesouro Selic. Quando a taxa de juros é reduzida, a rentabilidade do titulo diminui, ou seja, você passa a ter menor retorno neste tipo de investimento.

O mesmo acontece com CDBs que tem sua rentabilidade atrelada ao CDI. A taxa Selic reduz, o CDI reduz, o retorno desses CDBs reduz também.

E aqui surge a dúvida: o que fazer com meus investimentos de renda fixa?

Vamos começar pela Reserva de Emergência. Nada muda. NADA! Mantenha a sua Reserva de Emergência no Tesouro Selic e CDB de alta liquidez. Simples assim. Ponto final. O objetivo da Reserva de Emergência é proteger suas contas e seus investimentos de imprevistos, sem que você precise se desfazer dos investimentos para cobrir despesas não programadas. Lembre-se sempre disso. Não busque alta rentabilidade para a Reserva de Emergência. Busque liquidez e segurança.

Reserva de Emergência ok.

Investimentos em Renda Fixa.

Aqui temos que considerar alguns pontos. Por mais conservador que você possa ser, manter todos os seus investimentos na Renda Fixa, a partir de agora, vai diminuir o potencial de valorização e rentabilidade do seu patrimônio.

Você não precisa migrar todo o seu capital da renda fixa para a renda variável, mas você pode considerar alocar uma porcentagem em alguns ativos que possam trazer maior rentabilidade para os seus investimentos. Até porque investir na renda variável vai demandar algum conhecimento, mesmo que mínimo, sobre o tema.

Para todo mundo que está iniciando seus investimentos em renda variável a sugestão base é a mesma: comece por FIIs (fundo de investimento imobiliário) ou ações de empresas sólidas e maduras, as chamadas Blue Chips.

FIIs ou Fundo de Investimento Imobiliário é um ativo da renda variável, que apresenta menor volatilidade que ações. Dessa forma o seu patrimônio não oscila tanto e você “sofre” menos. Sugestões: FII de tijolo/renda ou mesmo FoF (fundo de FIIs). Ações Blue Chips são ações de grandes empresas, de negócio sólido, com alta liquidez na Bolsa, grandes volumes negociados, e alto valor de mercado. Ou seja, em teoria uma excelente empresa para investir.

E o ponto chave em comum entre esses tipos de ativos é o que considero o mais importante: pagamento de dividendos! No caso dos FIIs, o pagamento dos dividendos é mensal. Ou seja, a rentabilidade do seu investimento é mensal assim como na Renda Fixa.

No caso das Blue Chips, o pagamento pode ser mensal, bimestral, trimestral, semestral ou irregular. Para descobrir em quais meses a empresa pagará dividendos, basta acessar o site da empresa em questão, procurar por Investidor ou Relação com Investidores ou RI, e buscar informações sobre o pagamento dos dividendos.

Pensem nos dividendos da renda variável como os juros compostos da renda fixa. É através do reinvestimentos dos dividendos, comprando novos ativos, que você vai potencializar e aumentar o seu patrimônio mês a mês. Aos pouco você pode gostar tanto desse processo que começará a migrar uma % maior do seu patrimônio para a renda variável.

Aliás, quer aumentar o retorno dos seus investimentos? Com a Selic cada vez mais baixa, a única chance de você conseguir isso será através da renda variável.

Quer aprender como? Faça parte dos nossos grupos de whatsapp. Neles ensino como fazer cada passo para investir na renda variável. Entre em contato comigo ou clique no link da BIO no nosso perfil do instagram. Abraços e até a próxima.

9 visualizações
Entre em contato por Whatsapp:
(11) 95061-9319
Se preferir, envie um email para
contatopropagandistainvestidor@gmail.com 
ou preencha o campo abaixo:
  • Instagram